Composição de preços unitários

A composição de preços unitários é o centro da orçamentação de obras. Ao definir o preço de execução de uma unidade de um serviço, o preço de qualquer quantidade pode ser imediatamente calculado.

Fases da composição de preços unitários

O processo de composição de preços unitários é desenvolvido em três fases:

  • O cálculo do consumo unitário dos insumos;
  • O cálculo do preço orçamentário dos insumos;
  • O cálculo do preço unitário do serviço.

Como resultado, fica estabelecido o vínculo entre a quantidade de serviço que precisa ser executado e a quantidade de insumos que precisam ser comprados ou contratados para a sua realização. O que torna possível a elaboração de um orçamento.

Consumo unitário dos insumos

Consiste na identificação dos materiais de construção, dos equipamentos de produção e das funções de mão de obra que são utilizadas ou “consumidas” durante a produção, em conjunto com a definição de suas unidades e de seus coeficientes de consumo unitário.

Pense na receita de um bolo. Para fazer apenas 1 (um) bolo, é necessário conhecer todos os ingredientes necessários (“materiais”) e as quantidades de cada item expressas em unidades específicas (colher de sopa, colher de chá, pitada, etc). A receita ilustra bem uma composição de consumo unitário.

Nesta fase, obtém-se a composição de consumo unitário do serviço.

Cálculo do preço orçamentário dos insumos

Sabendo o que precisa ser adquirido para poder ser consumido na execução do serviço, é necessário definir os preços dos insumos que serão adotados no orçamento. Os valores são obtidos através da consulta a dados publicados, da pesquisa de mercado junto aos fornecedores ou de cálculos de custos horários de equipamentos e mão de obra.

Nesta fase, obtém-se a composição de custo unitário do serviço.

Preço unitário do serviço

O preço unitário do serviço é calculado ao se multiplicar o custo unitário pelo coeficiente de Benefícios e Despesas Indiretas (BDI). Pois as despesas empresariais ou indiretas precisam ser rateadas e incluídas no custo da produção.

Finalmente, se dispõe de uma composição de preço unitário.

Fontes de composição de preços unitários

O Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI) fornece gratuitamente na internet uma planilha MS Excel contendo as composições de custos unitários dos cerca de 6 mil serviços que compõem seu banco de dados.

O sistema SICRO também divulga suas composições de preços unitários na web para serviços de obras rodoviárias.

Estas fontes publicam preços unitários com taxa de BDI zero, ou seja, divulgam apenas custos unitários, ficando por conta do orçamentista acrescentar a taxa de BDI.

A composição de consumos unitários também pode ser calculada pela apropriação de serviços no canteiro de obras. Define-se um trecho de serviço, compara-se o estoque inicial e final após sua execução, e se cronometra os consumos de equipamentos e mão de obra.

O processo de apropriação de consumos é indicado para a orçamentação interna das empresas construtoras, que podem avaliar seu desempenho na aplicação de materiais e mão de obra. Além de conhecer seus níveis de desperdício de materiais e produtividade de mão de obra.

Criação e ajustes de preços unitários

O curso Orçamento de Obras da MBS Engenharia ensina com mais profundidade a criação e ajustes de preços unitários. Consulte a agenda e o programa do curso no site mozart.eng.br.

A MBS Engenharia presta serviços de consultoria na orçamentação de obras que podem incluir a personalização das composições de preços unitários de sua empresa.  Solicite maiores esclarecimentos no site mozart.eng.br.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *