VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA (NA CONSTRUÇÃO CIVIL)

Carga Horária
O curso tem a duração de 12 horas.

Público-Alvo
Arquitetos, Engenheiros, Técnicos e Tecnólogos de Edificações interessados em desenvolver seus conhecimentos na área de viabilização de negócios de construção civil.

Objetivo
Ensinar aos participantes os fundamentos da viabilização econômico-financeira de empreendimentos imobiliários.

Fornecer modelos em MS Excel para auxiliar na elaboração de estudos estáticos e dinâmicos de viabilidade.

Programa

ESTIMATIVA DE CUSTOS

Tópicos: (1) Áreas de construção para estimativa de custos, (2) Estimativa de custos pela NBR 12.521, (3) Custos unitários CUB, SINAPI e personalizados. (4) Modelo para Estimativa de Custos.

Dinâmica: Elaborar uma estimativa de custo formal e uma estimativa de custos internos do empreendimento imobiliário do curso.

VIABILIDADE ECONÔMICA

Tópicos: (1) Conceituação de viabilidade econômica, (2) Custos específicos de incorporação, (3) Classificação contábil NBR 14.653-4, (4) Modelo para elaboração de Estudo Estático.

Dinâmica: Elaborar um Estudo Estático do empreendimento imobiliário do curso no sistema de Preço Fechado.

MÉTODOS E INDICADORES FINANCEIROS

Tópicos: (1) Revisão de matemática financeira e (2) Indicadores financeiros da NBR 14.653-4.

Dinâmica: Apresentação de exemplo prático para explicar os indicadores financeiros que precisam ser conhecidos e compreendidos para fundamentar a elaboração do parecer de viabilidade.

VIABILIZAÇÃO FINANCEIRA

Tópicos:

(1) Conceituação de Estudo Dinâmico.

(2) Modelagem para a viabilização financeira de contratos de empreitada e empreendimentos imobiliários no sistema Preço Fechado, Preço de Custo, para Locação/Renda e MCMV.

(3) Modelo para construir cronogramas de obras.

(4) Modelo para projeção das receitas de incorporação a Preço Fechado.

(5) Tratamento da inflação em análises de longo prazo.

(6) Análises de sensibilidade

Dinâmica: Comparar os resultados obtidos com o empreendimento do curso, simulando sua execução nos sistemas de incorporação estudados.